Agradecimentos

“Uma pessoa só é uma pessoa através das outras pessoas.”

Morena Mariah

Apenas um registro simbólico do amor, da gratidão e da sorte que tive/tenho/terei por vocês na minha vida. Não cabe citar todo mundo, claro, mas quem se destacou, por que não?

Família (íntima) primeiro, porque me deram comida primeiro: Rodrigo, Fatima, Raphaela, Nelson, Tito, Zina, Lucia, Tiago, Ingrid, Taiane e Vanessa. Ah, e claro, Dave, Issa, Olga, Carlos Daniel, Tulipa e Néstor.

Aos afetos-família, que não nasceram família por desencontro (ou alívio) kármico: Michelli Giovanelli, Cadu Cinelli, Vanessa Barros e Aline Domingues.

Aos afetos-sociedade, que dividem o pão, a inspiração e o trabalho: Fabrizio Paletta, Leticia Lacoste, Camila Torzecki, Claudia Porto e Isis Stelmo.

Aos afetos-ponta firme, ora confidentes, ora parceiros de jornadas lindas, aqueles que fazem a linha ‘Mestre dos magos’, são sábios, somem, reaparecem, mas sempre estão conectados: Rafaela Signoretti, Pherson Coelho, Wagner Lopes, Luciana Vilanova, Angélica Rodrigues, Rosana Reátegui, Lorena Best, Patricia Luckman, Ingrid Matos, Marcella França, Daniel Biléu, Daniela Scheifler, Camila Machion, Aretha Oliveira e Paulo Alves.

Aos afetos, uma vez, íntimos. Marcelo, Felipe, Claudio, Marise, Elaine e Vanessa.

Minha formação, formal e informal, não seria a mesma sem essas pessoas: Carla Barros, Ana Enne, Wallace de Deus, Lívia de Tommasi, Ana Paula Duboc, Ermelinda Pataca, Isabela Venturosa.

Profissionalmente, tenho várias pessoas a agradecer, sobretudo por inspirações, pontes e aprendizados que carrego comigo: Eduarda Ribeiro, Ivan Bursztyn, Daniela Minuzzo, Gustavo Guterman, Ricardo Saldanha, Célia Meneses, Margarida Nogueira, Denise Gonçalves, Regina Tchelly, Marcelo Scofano, Ceci Santiago , Valentina Bianco, Carlo Petrini, André Neiva, Joseph Morgan, Maristela Guedes, Oriane Medeiros, Betty Kintschev, Ronaldo Deccax, Humberto Sardenberg, Aura Rebelo, Priscila Mana, Elisa Bouzon, Joca, Sandra Helena, Marcela Hartvig, Ramiro Unsain e Fernanda Scagliusi.

Tem mais gente, claro. Mas esta lista é o que temos pra hoje.